Quando eu decidi criar um blog, queria fazer tudo sozinha e do meu jeito. Nem sempre deu certo, e a vontade de desistir foi grande! Mas quando a recompensa vem, não importa qual seja ela, é o momento que você percebe que conseguiu alcançar o seu objetivo, e não há nada mais gratificante do que isso!

Entrar para o mundo da blogsfera não é uma tarefa tão fácil quanto parece! É preciso ter criatividade, disponibilidade, e acima de tudo, muita força de vontade.

Todo mundo que tem um blog, tem uma história pra contar! Seja ela triste, feliz ou engraçada. Recentemente, entrei em um grupo no Facebook, o Blogueiras Ever, onde existe uma infinidade de garotas e garotos que estão começando ou que já deram longos passos depois de entrarem para esse mundo. Pensando nisso, resolvi entrevistar alguns deles e saber o que mudou na vida de cada um depois de criar um blog e o que levou eles a quererem entrar para esse mundo da blogsfera! Quer saber quem são eles e conhecer suas histórias? Então continue acompanhando esse post!

Maria Carolina – Maria Carolina

A Carol tem 20 anos, é analista de sistemas, webdesigner freelancer, mora em Almenara e ela é dona do blog que leva o seu próprio nome, o Maria Carolina!

“Eu sempre senti uma vontade de escrever, em qualquer coisa, em qualquer lugar. Já tive muitos blogs e mesmo sem algum lugar específico para escrever, ainda escrevia sobre tudo o que eu gostava.” – Maria Carolina.

A Carol contou que com o blog ela está aprendendo a organizar melhor o seu dia-a-dia, ter mais foco e está ajudando ela a escrever melhor! E que nunca pensou em desistir, apenas passou por momentos de insegurança. O que é super normal pra quem entra para a blogsfera!

“Passei pela minha maior dificuldade no segundo semestre do ano passado (2016) e um pouco do começo desse ano (2017). Eu estava no último período da faculdade, sem conseguir escrever nada para o blog, e quando algum conteúdo saía, não tinha nenhuma qualidade. Preferi focar na minha faculdade e deixar o blog em segundo plano, para vontade quando aparecesse a oportunidade. Mas sofri muito por deixar ele abandonado.”

Um recado que a Carol deixou pra quem está começando é:

“Por mais que tudo pareça complicado no início, vá com calma, você não vai se tornar uma blogueira conhecida do dia para a noite. Mas também se não tentar, nunca vai ter essa possibilidade. O conselho que eu dou é ir com calma e não desistir.”

Quer conhecer mais sobre a Carol? Siga ela nas redes sociais e acesse o blog dela:

Facebook | Instagram | Maria Carolina

 

Ingrid Kymberly – Bela Quimera

A Kymberlys (como gosta de ser chamada) tem 18 anos, cursa Relações Internacionais, mora em Brasília é a dona do blog Bela Quimera! O Bela Quimera completará dois anos em 2017, mas antes já teve um outro nome. Ela criou o blog para compartilhar suas experiências, mas, segundo ela, acabou virando sua forma de expressão.

“Costumo colocar os meus sentimentos na escrita, pois não sou o tipo de pessoa que costuma desabafar com as pessoas.” – Ingrid Kymberly.

Assim como a maioria das pessoas que tem um blog, a Kymberlys contou que já sentiu vontade de desistir do blog inúmeras vezes!

“Antigamente, no meu blog anterior, era somente um assunto, em que acabou sendo algo obrigatório, no qual não sentia liberdade de abordar outros assuntos e acabei não sentindo mais prazer em blogar ou criar posts.”

Ela também me contou que sua maior dificuldade em relação ao blog é o bloqueio criativo.

“Ficava horas e horas na frente da tela e nada de alguma criatividade, e sempre os posts ficam superficiais que era algo totalmente ruim. Então, retornava fazia algo que gostava músicas, séries, filmes e até jogos, para que tivesse alguma criatividade, afinal ela é totalmente dona de si.”

O mais legal de criar um blog, é se encontrar de alguma forma! E foi exatamente isso que aconteceu com a Kym!

“Sempre soube que era diferente das meninas da minha escola, pois não gostava da mesma coisa – Bonecas, Casinha e Maquiagem – e sentia o peso daquilo. Então, na blogosfera, encontrei várias meninas que gostam da mesma coisa que eu, fazendo com que me aceitasse de verdade. Todavia ainda estou enfrentando vários paradigmas que criei com o tempo, uma delas é assumir o meu cabelo cacheado, apesar de nunca ter sofrido preconceito com ele, acreditava que aquilo não era esteticamente bonito.”

E por fim, ela deixou uma ótima mensagem pra quem está começando:

“Seja você mesma (o)! Não tente imitar pessoas ou blogues famosos, apenas seja você, eles estão interessados em pessoas semelhantes a eles.
Se organize! Infelizmente não sigo essa dica à risca, mas deveria, pois é muito importante, já que os posts ficaram mais organizado e também não ficará tanto tempo sem post.
Mostre a diferença! Em meio a vários blogues iguais na blogosfera, seja diferente, deixando o seu blog totalmente sua cara, afinal não existe ninguém igual a você.”

Quer conhecer mais sobre a Kym? Siga ela nas redes sociais e acesse o blog dela:

Facebook | Instagram | Bela Quimera

 

Fátima Souza – Mamães Forever

Você pensa que os blogs legais são só sobre moda, séries ou livros? A Faty tem 29 anos, é de São Sebastião e há sete meses ela quem faz o blog Mamães Forever! O blog é uma extensão do grupo que ela criou no Facebook, para pessoas interessadas em uma rotina familiar e informações úteis para as mamães!

“Nesses sete meses de blog, teve apenas uma vez que pensei em desistir, foi quando eu sozinha , sem entender nada de HTML fui tentar deixar meu blog mais bonitinho e acabei desfigurando ele.
Naquele dia eu chorei e muito no banheiro, pois amo meu cantinho. Até que Deus me mandou um anjo chamado Camilla! Ela é blogueira também e é estudante de design e me ofereceu ajuda sem cobrar nada em troca, sou muito grata a ela por tanta bondade. Um panda de óculos me salvou naquela noite!”. – Fátima Souza.

A Faty diz que hoje com o blog, se sente mais madura, mais mãe e mais responsável por esta levando um pouquinho dela e de sua família à outros lares!

“Sou mãe e dona de casa em tempo integral. Amo ser mãe, e olha que não é fácil viu, dá mais trabalho do que trabalhar fora. Afinal, sou de tudo um pouco aqui! Sou doméstica, médica, professora, cozinheira… Sou tudo e mais um pouco apenas sendo mãe!”

Achei muito interessante o blog da Faty, afinal, é difícil você levar uma vida de mãe, e ainda ter tempo pra ajudar outras mamães, não é?

Quer conhecer mais sobre a Faty? Siga ela nas redes sociais e acesse o blog dela:

Facebook | Mamães Forever

Queria agradecer a cada um que topou participar da entrevista e contar um pouco de suas histórias! Esse post foi muito legal e inspirador de elaborar! Espero trazer mais entrevistas assim aqui para o blog!

E você aí, também tem uma história pra contar? Se identificou com alguma acima? Fica a vontade pra compartilhar comigo nos comentários!

Um beijo e até mais!

Share: